O que é a análise fundamental e como utilizá-la

No trading temos duas técnicas de análises para fazer um seguimento e avaliação dos mercados financeiros. Estas o-que-e-a-analise-fundamentalduas correntes se distinguem entre si; análise técnica e análise fundamental. Neste artigo em particular nos centraremos na análise fundamental.

Não obstante, se estiver interessado em conhecer mais sobre o outro tipo de análise, o técnico, então te convido a buscar informação em outro de nossos interessantes artigos.

E agora, vamos ver o que é a análise fundamental e como usá-la.

Glossário do conteúdo do artigo:

O que é a análise fundamental?

A corrente fundamentalista da análise do mercado se baseia naqueles elementos que podem afetar, de uma forma ou outra, o valor dos ativos financeiros. O objetivo da análise é prever e determinar o que se conhece como valor fundamental, o qual nos ajudará a ver o rendimento que um ativo terá no futuro.

Se você for capaz de detectar e calcular o preço de mercado de um ativo você poderá saber se este está sobrevalorizado ou ao contrário, se se ajusta na realidade que buscamos. Portanto, o fim desta análise é estimar o valor do ativo e determinar com mais segurança quais serão seus movimentos.

Normalmente a análise fundamental se utiliza para investimentos a longo prazo.

Como o que nos interessa aqui é conhecer o valor real do ativo temos que ter em conta elementos de caráter informativo como as notícias financeiras, as previsões e qualquer informação econômica em geral que nos possa ajudar a determinar este valor verdadeiro.

A análise fundamental, junto com a análise técnica, é uma das mais usadas para analisar os mercados financeiros. E é que este tipo de análise nos ajuda a prever os movimentos de preços para saber o que fazer em cada momento e como comercia-los da melhor forma.

Como usar a análise fundamental?

Como já sabemos, a análise técnica se baseia no estudo do preço dos ativos e na busca de padrões de comportamento para determinar quais serão seus movimentos no futuro. A premissa da análise técnica é que tudo o que poderia influenciar no preço já está descontado, ou seja, que já se dá por certo que se tenha tido em conta pelo mesmo preço.

Enquanto isso, a corrente fundamental se centra precisamente nas causas dos movimentos.

Então isso significa que mais do que os indicadores baseados nos preços o que deverá nos preocupar é estar a par dos fatores e causas subjacentes que estão por trás destas subidas e quedas do preço dos ativos financeiros.

Nos mercados financeiros temos movimentos constantes de alta e baixa dos ativos que cotam no mesmo. Portanto e para controlar o comportamento dos preços é importante estar informado a tempo real e ter os dados sempre atualizados.

analise-fundamental

Como você já deveria saber os mercados são muito influenciáveis e é por isso que as notícias relacionadas com a economia ou mesmo sobre a política de um país podem contribuir para estas subidas e quedas dos preços.

Há muitos indicadores macroeconômicos que convém ter em com conta. Os dos Estados Unidos, por exemplo, são os indicadores que mais têm impacto sobre os mercados, e é que quando se anunciam estes dados os mercados tendem a registrar uma volatilidade muito mais alta.

Se você quiser trabalhar com a análise fundamental é importante que além do mercado você tenha claro o tipo de instrumento financeiro que vai analisar, já que por exemplo se quiser operar em ações além dos fatores macroeconômicos em geral também terá que ter em conta o estudo das empresas cujas ações sejam de seu interesse, certo?

No mercado Forex, que é um dos mais comerciados, você terá que se concentrar nas teorias financeiras e econômicas assim como em eventos de caráter político, já que terá que analisar o impacto na oferta e a demanda das diferentes divisas, e sobre tudo, comprovar quais divisas cotam mais forte frente a outras que se encontram mais fracas.

Em determinadas situações os bancos centrais de diversos países intervêm e isto provoca um impacto no comportamento das divisas. Então se você aprender a controlar certa informação você poderá investir em pares de divisas com vantagem.

Os fatores macroeconômicos, as notícias sobre as divisas e os acontecimentos que tenham lugar em diferentes países sempre afetarão as cotações e sua evolução, então que se deve ter em conta na análise.

Todos estes dados te ajudarão a prever com mais certeza o comportamento das divisas, e no geral qualquer ativo subjacente com o que te interesse negociar. Também é conveniente que você disponha de ferramentas como o calendário econômico, para que possa se antecipar às reações do mercado quando houverem evento e publicações.

Nos movimentos bruscos de tendência é onde às vezes se podem conseguir os melhores resultados então sem dúvida é uma ferramenta com a que você deve contar sem dúvida, e ter informação sempre atualizada como já comentamos agora há pouco.

Fatores a se ter em conta

A pesar de que cada fator tem seu efeito particular segundo o mercado e os instrumentos financeiros pelo que vamos apostar, também é verdade que há determinados fatores que costumam ter um efeito marcado e que no geral afeta em todos os mercados.

Cabe destacar o crescimento da econômica, então teremos que estar a par da publicação do PIB (Produto Interno Bruto). Um PIB mais alto do que o previsto, por exemplo, fará subir a cotação da divisa no país, enquanto que um PIB menor fará cair o preço.

Também convém ter em conta a evolução dos preços e a inflação. A apreciação e depreciação de uma divisa em relação a outra, as mudanças nos tipos de juros… tudo isto é importante. As divisas com tipos mais altos se apreciam pela contenção futura da inflação e a maior rentabilidade de tais divisas.

Outro indicador que ainda que seja difícil de prever tem um importante peso político e repercussão no mercado são as greves. Os dados de emprego e taxas de greve te ajudarão muito na análise fundamental, e o calendário é uma ferramenta para não perder nenhuma oportunidade.

2017 © copyright - Opcoesbinarias.com.pt - Todos os direitos reservados